Justiça Militar gaúcha prestigia posse do novo presidente do STM


O ministro José Coêlho Ferreira foi empossado como novo presidente do Superior Tribunal Miltar, em cerimônia realizada em Brasília ontem (16) . O vice-presidente do Tribunal de Justiça Militar do Rio Grande do Sul, juiz Fábio Duarte Fernandes, prestigiou a solenidade que contou com a presença do presidente Michel Temer. Em seu discurso, o ministro Ferreira salientou a importância da transparência como compromisso de sua gestão.


“Aqui e agora faço uma profissão de fé: a transparência será uma das minhas metas de gestão”, afirmou o novo dirigente do STM em seu discurso.

 

Biografia

Nascido em 11 de abril de 1950, na cidade cearense de Novo Oriente, José Coêlho Ferreira é casado com Genoveva Freire Côelho e tem quatro filhos: José Geraldo, Rafael, Júlia e Raquel. Atua no STM desde 11 de setembro de 2001

Bacharelou-se em Direito, em 1973, pela Universidade de Brasília (UnB).

Aprovado em 2º lugar no concurso para Mestrado em Direito e Estado na Universidade de Brasília (UnB) – concluiu os créditos sem apresentação de monografia.

Advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil, Seção do Distrito Federal sob nº 1478. Prestou estágios na Vara da Fazenda Pública do Distrito Federal (1971/1972), na Junta Comercial do Distrito Federal (1972/1973), na Sociedade de Transportes Coletivos de Brasília – Serviço Jurídico (1972/1973) e na Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (1973 a 1975) – Delegado de Polícia (Estagiário).

Aprovado em concurso público para o cargo de Agente de Polícia da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal (1971/1972), exerceu as funções no período de 1973 a 1975.

Aprovado em concurso público para o cargo de Procurador Autárquico e Assistente Jurídico – DASP (1975), exerceu o cargo de Assistente Jurídico do DASP no período de janeiro a novembro de 1976.

Aprovado em concurso público para o cargo de Advogado do Banco Central do Brasil (1976), assumiu as funções a partir de novembro de 1976. Foi aprovado ainda em concursos públicos para o cargo de Inspetor de Polícia Federal – Departamento de Polícia Federal (1975) e para o cargo de Advogado – PETROBRÁS (1976).

Professor da Universidade Católica de Brasília no período de 05.02.80 a 27.02.85.

Designado para a função de Procurador-Geral do Banco Central do Brasil em 1995, tendo exercido o cargo até 2001.

 


(Publicada em 17/03/2017)

Galeria de Imagens da Notícia








Portal da Transparência


Pesquisa Processual

1º grau  2º grau


Pesquisa avançada

Certidões



Av. Praia de Belas, 799 - Bairro Praia de Belas - Porto Alegre/RS
CEP - 90110-001 - Fone: (51) 32141000 - contato@tjmrs.jus.br
  SEI!
  Webmail

Desenvolvido pela Coordenadoria de TIC do TJM/RS
informatica@tjmrs.jus.br